Por que escrevemos assim

Porque não acreditamos na Santíssima Trindade. Porque renegamos o Pai. O Filho. E o Espírito Santo. Porque somos criaturas da terra. E no plano rastejamos. Porque nos recusamos a fazer a prova da identidade. É igual? É semelhante? É parecido? Reconhecemos? Apostamos tudo no teste da diferença. Aumenta o mundo? É estranho? Causa espanto? É irreconhecível? Isso faz a nossa cabeça. Porque não temos negócio … Continuar lendo Por que escrevemos assim

O existencialismo bizarro de Santiago Nazarian

Em setembro de 2009, entrevistei o escritor Santiago Nazarian. Ele havia acabado de publicar O prédio, o tédio e o menino cego. Falamos de carreira, dos livros anteriores, de seu processo criativo, da relação com a mídia, de sexualidade, tradução, filosofia… Confira essa entrevista inédita com um dos nossos grandes talentos literários. Santiago tem muito que dizer além dos livros, e sabe muito bem o que … Continuar lendo O existencialismo bizarro de Santiago Nazarian