Do reino mais profundo

Era segredo e todos sabiam. Velado e oculto, o elemento insolúvel, todos sabiam, impérvio. Era secreto o doce enigma que transbordava nas bebidas que um jovem servia na Taverna com o melhor ponche não apenas do condado, da província, mas também de todo reino – e não apenas o ponche, mas o refresco de brasa branca, o gim de amora-amorfa, o leite de égua fermentado. … Continuar lendo Do reino mais profundo