São Paulo em quinze videoclipes

 

A dinâmica e urbana São Paulo é o cenário perfeito para a gravação de videoclipes. Desde a década de 1960, a cidade é retratada e recortada pelo olhar de diferentes diretores e artistas, que usam o videoclipe como linguagem complementar ao seu trabalho musical. Separamos quinze videoclipes brasileiros que usam diferentes pontos da cidade para realmente dizer alguma coisa. Para os amantes de São Paulo, moradores ou não, é a oportunidade ideal para redescobrir aqueles cantos da cidade pelos quais, de modo geral, passamos sem perceber.

 

Roberto Carlos – Quando (1968)
Direção: Roberto Farias
Gravado no topo do Edifício Copan em 1968, o vídeo na verdade é um trecho do filme ‘Roberto Carlos em ritmo de aventura”

 

Thiago Pethit – Nightwalker (2011)
Direção: Vera Egito e Renata Chebel
Feito com um único plano-sequência, o vídeo foi gravado numa madrugada nas ruas do bairro Higienópolis, com participação da atriz Alice Braga.

 

CSS – Let’s make love and listen death from above (2006)
Direção: Cat Solen
Gravado no Minhocão, o vídeo consagrou o CSS no cenário musical internacional.

 

Lurdez da Luz – Andei (2010)
Direção: João Solda
Gravado no Centro de São Paulo.

 

Dan Nakagawa – O oposto de dizer adeus (2011)
Direção: Halei Hembrandt
Gravado na rua Augusta, Galeria Le Village (em frente Espaço Unibanco de Cinema). Dan Nakagawa é paulista e mantém uma relação bastante poética com a cidade em seus vídeos, tanto que selecionamos dois.

 

Dan Nakagawa – Coração Selvagem (2011)
Direção: Gabriel Reis
Começa na rua Avanhandava (Bela Vista) e no Minhocão.

 

Criolo – Freguês da meia-noite (2011)
Direção: Arthur Rosa França e Samuel Malbon
Criolo dispensa apresentações. Este vídeo foi gravado no Largo do Arouche e no Centro de São Paulo. Embora não tenha entrado na lista, não podemos deixar de citar a música que arrepia: “Não existe amor em SP”, ganhadora da categoria “Melhor música” no VMB 2011.

 

Criolo – Subirusdoistiozin (2011)
Direção: Tom Stringhini
Fotogtafia e cores incríveis. Gravado no bairro Vila Maria Zélia.

 

Emicida – Então toma (2011)
Direção: Fred Ouro Preto
Gravado em diversos pontos da cidade, ganhou a categoria “Videoclipe do ano” no VMB 2011. Veja também o vídeo da música “Rua Augusta”.

 

Kmila CDD – MV apresentando (2011)
Direção: Ivan 13P e MV Bill
Prédios da cidade são vistos como caixas de som no vídeo de estreia de Kmila CDD, irmã do rapper MV Bill. Gravado em vários pontos da cidade.

 

Pato Fu – Vida diet (2005)
Direção: Hugo Prata
Gravado numa madrugada na rua Augusta, o vídeo tem outra versão gravada nas ruas do Japão. Em uma crônica chamada “As pessoas não suportam a diferença”, publicada no jornal Estado de Minas em 24 e março de 2006 (reproduzida aqui), Fernanda Takai narra as complicações que enfrentou durante a gravação (ela chegou a ser agredida numa boate por conta do visual ‘diferente’).

 

Mister-M – Inquérito (2010)
Direção: Vras77
Belíssima fotografia. O vídeo foi gravado em pontos da cidade escolhidos a dedo.

 

Zé Brown – Desafio Zé x Léo (2011)
Direção: Vras77
Gravado no Vale do Anhangabaú, Centro de São Paulo

 

Titãs – Antes de você (2009)
Direção: Oscar Rodrigues Alves
Gravado no viaduto Santa Efigênia, o vídeo contou com a participação de aproximadamente duzentos fãs. Vale lembrar que “Homem primata” já havia sido gravado nas ruas de São Paulo em 1985.

 

Gloom – Tic tac (2011)
Direção: Cléver Cardoso
Gravado em vários pontos da cidade.

 

Agradecemos aos tuiteiros @ninarocha, @cairobraga, @pablomoreno, @fzacchi, @rodsontherocks, @CarinaWonder, @zamildu e @Ubisss pelas sugestões.

About these ads

Sobre Bettoni

Tradutor editorial

6 thoughts on “São Paulo em quinze videoclipes

  1. Adorei a idéia! São Paulo, mesmo depois de conhece-la, pra mim é enigmática. Já conhecia o vídeo Thiago Pethit ser somente um único plano-sequência é fantástico! Os outros vou digerir.

  2. Sou Paulista,Paulistana e escrevo em maiúsculas por respeito e amor extremista a minha cidade.
    Sou bairrista, e por muitas vezes deveras ignorante no mais profundo literal da palavra quando o assunto é defender minha cidade.
    Com erros, acertos, belezas e feiuras é o meu lugar.
    Parabéns Queridos ….os clips são excelentes e captam a essencia Paulistana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s